O caminho é a respiração

No início, o que mais buscamos na prática do Yoga, são os benefícios que ela nos traz. Passado algum tempo, se você incorporar isso na sua vida, poderá ir amadurecendo sua relação com o Yoga, de modo cada vez mais presente. Não é necessário ter pressa na busca por resultados, as coisas vêm naturalmente, e isso no Yoga é um detalhe muito importante. Deixar que o tempo te mostre da forma mais simples e prazerosa possível, sua relação pessoal com a prática, tirar suas próprias conclusões em relação a determinadas diferenças, sentimentos, a relação com o próprio corpo e, consequentemente, com os diferentes estados mentais. Não podemos negar a importância dos Asanas (posturas) mas devemos estar atentos para todo um conjunto de fatores que nos faz buscar um algo mais, uma atitude diferente, que podemos levar para o nosso dia a dia.

A respiração, mesmo dentro de uma postura, é um meio pelo qual pode-se trilhar um belo caminho, nos permitindo manter uma coerência e equilíbrio quando se faz Asanas. A humildade na prática serve para ficarmos atentos com o nível de auto-cobrança, e aí vem um ponto importante - observar até onde você pode ir num Asana, para que você não comprometa sua respiração.

Ouvi de alguém uma vez que o segredo está na simplicidade... e que podemos administrar melhor nossa prática dessa forma.

Pare, escute sua respiração, sinta o ambiente em que você se encontra no momento, esteja presente e lembre-se de que, quando você pratica, está se relacionando mais profundamente com você mesmo, e com tudo e todos à sua volta.

  Fred Santos. fredsantosdias@hotmail.com

Intrutor de Yoga e massoterapeuta, Apicultor e Meliponicultor.